MENU




nota.jpg

 

 

 

O Instituto de Ciências Humanas da Universidade de Brasília repudia veementemente o ataque racista sofrido pela professora Drª Isabel Cristina Ferreira dos Reis, docente do Departamento de História da Universidade Federal do Recôncavo Baiano, no último dia 09 de dezembro.

Infelizmente, o ato criminoso em questão não é um acontecimento isolado. Nossa sociedade tem se deparado com o aumento de agressões verbais e físicas sofridas por cidadãos afrodescendentes, praticadas de modo cada vez mais ousado, cínico, sem estratégias que visem a escamotear o preconceito. Tal situação demonstra ampla confiança na impunidade, em grande medida, respaldada por ações e falas de autoridades brasileiras.

Não podemos mais nos calar diante de tantas ocorrências advindas do racismo estrutural e institucional que acomete nosso país e é reforçado pela já mencionada impunidade. A existência e manutenção do racismo é um dos entraves para o pleno sucesso de políticas públicas e que acarretam em variadas incongruências e incompatibilidades, como ocorre, inclusive, em Instituições Federais de Ensino Superior.

A ciência desta realidade exige a manifestação contundente contra qualquer possibilidade de omissão diante do acontecido por parte da comunidade acadêmica, cujo trabalho deve ser estritamente regido pela observância das leis e pelos princípios democráticos de respeito à diversidade, pela equidade, pela convivência social, ética e pacífica, pela liberdade de expressão e defesa da dignidade humana.

O Instituto de Ciências Humanas da Universidade de Brasília, por fim, manifesta sua solidariedade à professora Dr.ª Isabel Reis e aos demais ofendidos.