MENU



Com enorme pesar, o Departamento de História e o Instituto de Ciências Humanas comunicam o falecimento da professora Geralda Dias Aparecida, neste sábado, 17 de abril, por sequelas da Covid-19.

Sua trajetória acadêmica começou na Universidade Federal de Minas Geral, onde graduou-se em História em 1969. Participante ativa do movimento estudantil, viu-se obrigada a abandonar o mestrado que cursava na UnB e a sair do país. Estabeleceu-se então no México, onde cursou doutorado no Colegio de Mexico, entre 1973 e 1981, e foi professora titular da Universidad Autonoma Metropolitana de Mexico, UAM, entre 1977 e 1982. No ano seguinte, de volta ao Brasil, atuou brevemente na UFMT e, em 1985, incorporou-se ao quadro docente do Departamento de História da Universidade de Brasília. A atuação acadêmica e administrativa da professora Geralda foi fundamental na reconfiguração de nosso departamento após a ditadura militar, onde, entre outras coisas, criou a área de História da América. Ela foi Coordenadora do Programa de Pós-graduação em História, entre 1985 e 1990, quando o programa passou importante processo de renovação. Ali, veio a orientar dezenas de dissertações e teses, nas áreas de História da América e História do Brasil. Geralda ocupou ainda os cargos de Diretora da Casa da Cultura da América Latina – CAL e Diretora do Centro de Documentação da UnB – CEDOC. No rol de importantes trabalhos feitos para a Universidade de Brasília está a condução do processo de anistia de professore da Universidade de Brasília perseguidos pela ditadura. Participou ainda de diversas gestões da ADUnB.

Geralda era uma mulher alegre, divertida, possuidora de espírito libertário, solidária, com grande sentido de pertencimento à nossa latinidade e apaixonada pela docência. Que possamos nos lembrar dela sempre sorridente e celebrar sua memória por seus contos e feitos!

 

175175258_3792514430796572_1131011848929087988_n.jpeg

 

Neuma Brilhante
Professora Associada do Departamento de História
Diretora do Instituto de Ciências Humanas da UnB

 

José Inaldo Chaves Júnior
Chefe do Departamento de História da Universidade de Brasília